top of page
Buscar
  • Foto do escritorGuilherme Beraldo

Quem estabelece suas prioridades?


Em tempos de enfrentamento da pandemia do COVID-19, vemos surgir nos noticiários discussões sobre quais seriam as “atividades essenciais” e que, portanto, poderiam continuar funcionando devido às suas necessidades de primeira ordem, aquelas das quais não podemos abrir mão.


Como somos diferentes, cada ser humano, levando em conta suas diferentes origens e influências econômicas, sociais, culturais, religiosas, morais, filosóficas e tudo que o valha, avalia que isto ou aquilo é mais importante e deve ser imediatamente retomado. Cultos, academias, esportes profissionais, cinemas, barzinhos e afins se tornam o centro de discussões intermináveis sobre o que de fato importa e faz a vida ser o que ela é.


Mas, paremos um pouco pra refletir sobre como estabelecemos nossas prioridades. Será que me sinto autor ou autora de minhas próprias decisões e, consequentemente, de estabelecer o que é mais importante? Dando um passo adiante: será que fui, venho sendo e sou o verdadeiro responsável pelos caminhos que tracei? Quanto de minhas escolhas são, de fato, legitimamente minhas? Não é mais fácil “deixar a vida me levar” e culpar o “outro”, o destino, Deus, Gaia, o Universo ou qualquer outro “ser” pelos meus erros? Sim, porque as vitórias são sempre nossas...


Talvez seja importante, nesse cenário, parar pra pensar sobre como temos encaminhado nossas escolhas e se, realmente, estamos no leme guiando nossas vidas ou como passageiros passivos – seja admirando a bela paisagem ou reclamando das intempéries.


Não se engane, muita gente lucra – às vezes literalmente – quando você coloca sua vida nas mãos delas: pais, irmãos, familiares, parceiros, sócios, empresas, políticos... Se você não comanda sua vida, muita gente pode estar lhe conduzindo sem que você se dê conta! Nada de errado pensar como os outros, compartilhar opiniões. Mas será que isso não é resultado do medo de bancar seus pensamentos e atitudes? Quanto custa se destacar da multidão?

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page